sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

POR DETRÁS DO BLOGUE... BLASFEMMES


Por mais incrível que pareça, um dia também foi ela que me descobriu. Quando vi o Blasfemmes pela primeira vez, pensei "o que é que ela viu em mim quando é um arraso e ao lado dela, sou um zero à esquerda?" mas a verdade é que começámos a seguir-nos mutuamente e passei a admirá-la ainda mais. Damo-nos muito bem. Gosto do seu sentido de estética, gosto das fotografias e adoro o estilo e a delicadeza dela. Quando tudo isto se combina num só post, é ouro sobre azul. De quem mais poderia eu estar a falar ao juntar estas palavras? Da Sandra, pois claro.

Venham conhecê-la...


Perguntas individuais

HIMA - Tenho um fascínio pelas belíssimas fotos que apresentas sempre no Blasfemmes. Quem as tira?
Sandra - Obrigada! A qualidade das fotos é do mérito total do meu namorado. Ele é a outra metade do blogue e, já agora, uma metade muito susceptível a elogios. ;)

Na minha opinião, estás sempre impecável. Como é que consegues acordar de manhã e planear sempre looks tão bons?
Gosto mesmo (!) de roupa, evito fazer compras por impulso (nem sempre foi assim mas.... learned my lessons ) e, sobretudo, procuro comprar peças versáteis. É muito raro comprar alguma coisa sem saber a priori como a vou usar. Por fim, procuro ter sempre clássicos à mão!

Nos teus looks combinas muitas vezes peças mais caras com outras mais acessíveis. Consideras que para ter estilo, é preciso ter muito dinheiro?
Não, há tantas opções que é mais uma vez uma questão de versatilidade e de investir tempo à caça de peças boas em marcas mais acessíveis. Claro que, se houver possibilidade, o ideal é misturar designer com high-street (Zara, por exemplo).

Tens um gatinho, o Sibi. Como é a tua relação com ele? Conseguirias viver sem ele?
O Sibi foi alvo de um “planeamento familiar” enorme e agora que o temos, já não nos conseguimos imaginar sem ele! É o gatinho mais amoroso e amigo (e mimado!!) de sempre! 

Conta-me sinceramente, o que sentiste quando abriste pela primeira vez a caixa do teu primeiro par de sapatos Louboutin (tinha de perguntar isto)? Esforçaste-te muito para conseguir tê-los?
“Hello, gorgeous!”. Budget e coragem uniram-se et voilá: o nº 1 na minha dream wishlist veio morar cá para casa. Não é uma decisão para se tomar de ânimo leve mas meninas que são apaixonadas por estes sapatos: é tão bom! :)


Se tivesses de te definir através de uma cor, qual seria? Porquê?
A minha cor preferida é o branco e procuro rodear-me de branco. Mas acho que para definir qualquer rapariga é preciso (pelo menos) o arco-íris inteiro, não? :)

És portuguesa mas o teu blogue é escrito em inglês. Há algum motivo especial para isso?
Há. Tenho orgulho em ser portuguesa, a nossa língua é linda e Portugal sempre foi o país em que quis viver. Escrevo em inglês simplesmente porque é mais fácil chegar a mais gente assim.

Quando estás a posar para as fotos do blogue, o que é que passa pela tua cabeça?
Agora que perguntas, não faço a mínima ideia. Eu nunca me tinha imaginado a fazer nada deste género até começar o blogue e acho que só consigo tirar fotos porque me sinto tão confortável e natural com o fotógrafo, sem ele acho que me sentiria completamente...sem jeito!

Trabalhas naquilo de que gostas?
Adoro o que faço!

Daqui a dez anos, imaginas-te ainda com o blogue activo?
Não faço ideia do que será a internet daqui a 10 anos nem como me sentirei em relação a isso mas assim, num impulso, tenho a tentação de dizer ‘sim’.


Perguntas gerais

Se tivesses de escolher apenas três marcas para viver para o resto da tua vida (moda e beleza), quais seriam?
Ahhh, que crueldade! Talvez Zara, J. Crew e Chanel.

De que forma é que o nome do teu blogue diz alguma coisa sobre ti?
Acho que não diz muito sobre mim, provavelmente se começasse agora um blog dar-lhe-ia outro nome qualquer.  Um nome é quase sempre apenas um nome, é o que fazemos dele que importa.

Se pudesses viver apenas do blogue e tivesses de abdicar de uma carreira profissional na tua área,  fá-lo-ias? 
A área que escolhemos a determinada altura da vida não nos define por completo e estamos sempre a tempo de nos realizarmos noutras esferas e sobretudo aprendermos sobre nós próprios e evoluirmos como pessoas enquanto o fazemos. Por isso, porque não?


Obrigada Sandra, pela simpatia, acessibilidade e rapidez. És sempre uma querida e um amor de pessoa!


Sexta-feira há mais, com uma convidada muito especial...

4 comentários:

  1. Olá! Já sigo o teu blog!
    Não a conhecia mas gostei de ler a entrevista, vou lá passar no cantinho dela.
    beijinhos

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Magda, obrigada!
      Visita mesmo, vale muito a pena :)

      Eliminar
  2. As fotos são lindíssimas mesmo! Vale mesmo a pena visitar! ;)

    ResponderEliminar